CONTACTOS | INDÍCE
» Localização
» A erupção de 1998-2001
» Missões ao local
(Missão Ávila Martins)
(Missão Serreta 2002)
» Mar de Pedras
» Vulcanismo histórico na zona
» Links relacionados
 
» Vulcanismo (geral)
» Vulcanismo submarino
» Pontos Quentes
 
» Tecnologias
 
» Livros
» Sítios
 
» Pergunta a um geólogo
» Perguntas e Respostas



» Livros

Livros de ciências da Terra

Nesta secção indicamos alguns títulos de obras de divulgação científica que se encontram traduzidas para português, com interesse tanto para professores e alunos como para o público em geral.

 

-“Histórias de Vulcões”, Haroun Tazieff, Colecção Aventura, Editorial Estampa, 1972.

Este pequeno volume da colecção “Aventura” é composto por histórias curtas relativas a erupções vulcânicas ocorridas em vários sítios do planeta, todas elas presenciadas directamente pelo autor. Em cada uma delas, narradas na primeira pessoa de uma forma bastante simples, Tazieff descreve os episódios eruptivos, partilhando com o leitor as suas situações de alegria e de inquietação, assim como tomada de decisões perante ocorrências inesperadas. O leitor sente-se transportado para as situações reais.
Uma das mais interessantes histórias que o autor conta neste livro é a erupção dos Capelinhos ocorrida em 1957 na ilha do Faial, Açores.

 

- “Os Vulcões e a Deriva dos Continentes”, Haroun Tazieff, Publicações Europa-América, 1976.

Neste pequeno volume o autor fala da relação entre a actividade vulcânica e a deriva dos continentes, atribuindo a este movimento a origem dos vulcões nos limites de placas. O estilo é vivo e na primeira pessoa, resultado de experiências vividas e fenómenos observados.

Aborda alguns aspectos da vulcanologia como os gases eruptivos, a tectónica das regiões vulcânicas, o vulcanismo submarino, etc. Dedica um capítulo inteiro à importância da vulcanologia, apresentando alguns dos seus conceitos básicos. Salienta o vulcanismo submarino e alguns fenómenos a ele associados: tipos de lavas, hialoclastitos, erupções submarinas, todos eles devidamente documentados e ilustrados com um grande número de fotografias captadas pelo autor.


- “Quando a Terra Treme”, Haroun Tazieff, Colecção Aventura, Editorial Estampa, 1971.

Este volume fala essencialmente de sismos, das suas causas, efeitos e localizações. Um dos capítulos é dedicado ao grande terramoto de 1755 que destruiu por completo a baixa de Lisboa.

 

- “Viagem aos Confins dos Oceanos”, Xavier Le Pichon, Kaiko, Gradiva, 1988.

Xavier Le Pichon escreveu este emocionante livro na tentativa de desmistificar falsas ideias do que é a vida de investigador científico. Le Pichon, prestes a partir para a campanha “Kaiko” a bordo do navio francês Nadir, decidiu escrever para os seus filhos um diário de bordo, que acabou mais tarde por “oferecer” ao público através deste livro.
O livro encontra-se dividido em duas partes. Na primeira, o autor conta essencialmente como a teoria da tectónica de placas, formulada por Wegener em 1912, começou a ser aceite por muitos investigadores norte-americanos nos finais dos anos sessenta, depois de ter sido rejeitada durante anos pela comunidade científica. A segunda parte é o diário de bordo escrito pelo autor durante a campanha Kaiko em 1985, campanha que deu o nome ao livro.

 

- “Uma Nova Concepção da Terra - Continentes e Oceanos em Movimento”, Seiya Uyeda, Gradiva, 1992.

“Uma Nova Concepção da Terra” resultou da edição original japonesa, Atarashii Chikykan (em inglês, The New View of the Earth), publicada em 1972. Na nova versão, escrita nos finais dos anos setenta, o geofísico japonês Seiya Uyeda, fez extensos acrescentos, quer no texto quer nas ilustrações, incluindo dados mais recentes que contribuiram para uma melhor compreensão da Terra.
Este livro surgiu numa altura em que o conhecimento científico progredia a bom ritmo e em que muitas descobertas actualmente aceites foram efectuadas no domínio da tectónica de placas, nomeadamente os movimentos de continentes e oceanos, devido sobretudo à disponibilidade dos computadores.
Neste livro (ilustrado com vários esquemas), o autor, num estilo informal, envolve o leitor na teoria da tectónica de placas, apresentando também a evolução do pensamento científico. É precisamente esta noção que, muitas vezes, é esquecida nas nossas escolas!

 

- “A Espuma da Terra”, Claude Allègre, Gradiva, 1988.

Este livro fala essencialmente da teoria da tectónica de placas, das suas causas e dos seus efeitos, explicando como esta teoria responde a questões que desde cedo o homem tem colocado, tais como: “Por que motivo existem vulcões activos em certos locais como na Islândia e não noutros? Por que são destruídos por sismos preferencialmente determinados locais do planeta? Por que se situa a cordilheira dos Andes no limite de um continente, ao passo que os Himalaias se encontram no centro da Ásia?”
Estas e outras respostas podem ser encontradas neste livro, que nos fala da Terra como um sistema dinâmico, regido por causas múltiplas e inter-relacionadas.

Claude Allègre é também autor do livro “As Fúrias da Terra” da interessante colecção de ciência da editora Relógio d’Água, publicado em português em 1993. Neste sugestivo título, o autor chama aos sismos e vulcões as “fúrias da Terra”. Discute as zonas activas, a relação entre sismos e vulcões, o seu aparecimento nos limites de placas tectónicas e, longe destes, os chamados pontos quentes, explicando, portanto, estes fenómenos à luz da tectónica de placas. Sobre o vulcanismo, o autor aborda tópicos como os tipos de erupções vulcânicas, magmas, fusão, pontos quentes, etc, de uma forma muito simples, dirigida portanto a quem nada sabe de geologia. Dedica também um capítulo a previsões de catástrofes sísmicas e vulcânicas.

"(...) É a primeira vez, nos últimos 30 anos, que se observa um fenómeno deste tipo no Atlântico, e esta será a 2ª missão científica de sempre para o estudo de uma erupção com estas ceracterísticas (...)" (05-04-99, DN)
"(...) as pedras "ocas" que ascendem à superfície, assemelham-se a pipocas a estalar (...)" (07-04-99, Público)
"(...) Aquilo é uma coisa nunca vista, dizem os pescadores (...)" (18-12-98, DN)
"(...) cientistas regressaram ao último vulcão dos Açores. Nunca, o modelo eruptivo deste vulcão havia sido observado, nem descrito na literatura científica (...) (26-09-2002, Público)









Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa
Creminer/GeoFCUL, Edifício C6, Piso 4,
Campo Grande, 1749-016 Lisboa, Portugal
Telefone: +351 21 7500000, Fax: +351 21759380
http://creminer.fc.ul.pt
Ultima actualização em 14-06-2005 por Marta Entradas
optimizado para IE4.x/NN7.x 800x600
pwd by nx04.dll [Jorge C. de Sousa]
Naeidor.org WebDesign (c) 2004
static HTML version by HTTRACK free website copier